Portal de LifeStyle para Homens. Tudo o que precisas de saber sobre moda, relacionamentos amorosos, carreira e desporto para triunfar no mundo.

.Arquivos

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.tags

. todas as tags

Domingo, 4 de Novembro de 2012

Crítica: 007 – Operação Skyfall

Mais um grande filme em exibição em todas as salas de cinema de todo o país.

Carros, motos, gadgets, armas, mulheres bonitas e o que não podia faltar… Estilo, muito estilo que só o Bond, James Bond nos consegue dar.

A critica britânica fartou-se de elogiar o ultimo filme da saga 007 dirigido por Sam Mendes, qualificado pela impressa do país como o ‘melhor lançamento’ da serie James Bond.

Protagonizado por Daniel Craig e Javier Bardem, o novo filme do agente mais famoso do mundo, estreou-se em Portugal no passado dia 26 de Outubro e já arrecadou mais de 493 mil euros nos primeiros 4 dias de cartaz.

 

007-skyfall

 

Sinopse: Neste filme, Bond terá de mostrar a sua lealdade para com a sua chefe, M, pois problemas do passado aparecem para atormentá-la e novas ameaças põem em causa todo o projeto do MI6. Para além de Daniel Craig, este filme junta no elenco estrelas consagradas como Ralph Fiennes, Judi Dench e Javier Bardem, que interpreta o vilão. No que toca a Bond Girls, Skyfall apresenta dois interesses amorosos para Bond: Bérénice Marlohe e Naomie Harris. Este filme foi filmado em Inglaterra, na Escócia, Turquia e China e conta com um orçamento de aproximadamente de 200 milhões de dólares.

 

CRITICA segundo o site Fora de Cena: Aos cinquenta anos de idade, Bond ganha uma nova vida e, num mundo de blockbusters dominado por heróis de banda-desenhada e adaptações de best-sellers, volta a ser relevante. Mais do que isso, volta a ser a escala de comparação para as fitas de espionagem e para as fitas de acção em geral.

 

James Bond (Daniel Craig) encontra-se numa importante missão em Istambul para recuperar um disco rígido que contém informação confidencial e sensível sobre agentes da Nato infiltrados em organizações terroristas. Na iminência de perder o assaltante, M (Judy Dench), a partir do centro de operações em Londres, dá uma ordem de fogo que acaba na aparente morte de Bond e na fuga definitiva do assaltante. Quando as informações contidas no disco começam a ser libertadas na Internet e o próprio centro de operações do MI6 é atacado, Bond regressa para ajudar M e parar o homem por detrás dos ataques. Mas o perigo pode ser mais familiar do que Bond e M imaginam.

 

Skyfall dá praticamente por esquecidos os acontecimentos dos últimos dois filmes (os primeiros com Craig) e introduz na icónica série uma nova brisa e uma renovação necessárias e bem-vindas. Se Bond faz uma breve ressurreição em Skyfall, Skyfall faz uma ressurreição na série de vinte e três filmes do famoso espião de Ian Fleming. E torna Bond novamente pertinente ao reconhecer a idade do seu espião, as alterações no mundo da espionagem e o fenómeno do terrorismo cibernético e individual que não é necessariamente apoiado por um grupo, movimento ou ideologia. Os tempos da guerra-fria acabaram, a espionagem já não pode ter apenas nações em conta e o poder do bit é de todas a ferramenta mais útil e poderosa (e também a mais perigosa).

 

A nova missão de Bond tem momentos de acção deslumbrantes – a sequência de abertura, em perfeito testemunho, é tão fluida e integrada que não é possível questionar a plausibilidade de uma perseguição de carro (e depois de mota) acabar no topo de um comboio em movimento numa belíssima ponte. Mas Skyfall não dispensa diálogos ponderados e panoramas de reflexão pela acção apenas pela acção – a acção surge como um complemento, um acessório per se, a um olhar às raízes, às escolhas e ao envelhecimento do MI6 e do próprio Bond. A história lida com cada um destes três aspectos individualmente, e depois em conjunto, e no final a questão transforma-se num problema mais familiar do que institucional, nas simples problemáticas humanas da maternidade, da rejeição e da desforra, em que Bond se encontra no epicentro de uma vingança física e emocional de um “irmão” espião à mulher que os criou.

 

 

Skyfall também olha para um Bond mais velho num MI6 mais novo numa era mais informatizada. Bond procura o seu lugar na nova realidade, mas sem querer abandonar por completo os antigos hábitos e maneirismos. A Bond girl, por exemplo, tem muito menor impacto na história que em versões anteriores, como também tem o recurso a equipamentos de espionagem de vanguarda. Skyfall, na verdade, é muito tradicional nos seus recursos, saudosista dos primeiros Bonds, e funciona como elo entre o engenho desses e ligeireza dos mais recentes.

 

As actuações em Skyfall são muito boas, mas a nota de destaque vai conjuntamente para Judy Dench e Javier Bardem. A primeira mostra um lado frágil de M, de fim de ciclo, que se desconhecia e o segundo cria um vilão emocionalmente perturbado, sexualmente confuso, com um provável complexo de Édipo. Craig não deve ser, porém, esquecido – o seu Bond é mais maduro e ponderado que anteriormente. A fotografia é deslumbrante, equilibrando tons frios e quentes, nitidez e luz com profundidade – realça sempre brilhantemente as belíssimas paisagens onde decorre a acção, quer nos confusos mercados de Istambul pelo dia ou no caos luminoso de Xangai e Macau pela noite. Mas é a fotografia no último acto, na Escócia, que se torna no grande momento (possivelmente premiado) de Roger Deakins. A banda sonora de Thomas Newman é outro aspecto notável: dramática, pulsante e suspensiva. Skyfall não está, todavia, isento de falhas. Algumas transições não são decentemente explicadas (como o súbito anoitecer no último acto) e Bardem é, infelizmente, subutilizado, aparecendo apenas na segunda metade do filme quando poderia ter colocado mais desafios e interacções.

 

Em última análise, Skyfall faz muito por James Bond. Reaviva a série, apresenta caras novas, traz-lhe humor, drama e acção e potencia um futuro de nova glória para o espião britânico. Sam Mendes partilhou que se inspirou no Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan. E não surpreende. Se o Cavaleiro das Trevas transformou os filmes de super-heróis, Skyfall transformará os filmes de espionagem. E transformará porque soube olhar para trás, para os primeiros Bonds, e tirar inspirações e métodos. A certo ponto em Skyfall, M pergunta a Bond para onde vão. Bond responde simplesmente: “Para o passado.” E isso basta.

 

Título Original: 007 – Skyfall
Realização: Sam Mendes
Argumento: Neal Purvis, Robert Wade
Elenco: Daniel Craig, Helen McCrory e Javier Bardem
Género: Acção, Aventura
Trailer: Aqui!
Avaliação: 8,5/10

 

publicado por Moda Masculina & LifeStyle às 21:53
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Diogo Marques a 5 de Novembro de 2012 às 08:44
Nunca fui fã de James Bond, mas adorei os ultimos dois e este apetece-me mesmo ir ver também.

Grande análise, parece estar mesmo muito bom :)
De Moda Masculina & LifeStyle a 8 de Novembro de 2012 às 20:27
Vale muito a pena ir ver Diogo, eu próprio já fui e adorei ;)

Comentar post






.Pesquisar neste blog

 

.Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Facebook

.Musa MML 15

Micaela Miranda
Musa MML
Entrevista exclusica ao Moda Masculina & LifeStyle AQUI!

.Posts recentes

. Vogue Fashion's Night Out...

. Quer ter uma pele com men...

. Yohji Yamamoto apresenta ...

. Peter Lindbergh junta íco...

. Como combinar as cores !

. Vítimas da moda ou identi...

. Cortes de cabelo masculin...

. Tendências Outono/Inverno...

. 10 Tendências que não pod...

. Óculos: Como os escolher ...

. 5 tendências que vão fica...

. Inspira-te !!

. As lições de John Lennon ...

. Estilo Retro com Varsity ...

. Cores Neutras na Moda Mas...

. MODA LISBOA 13/14: NUNO G...

. MODA LISBOA 13/14: MIGUEL...

. MODA LISBOA 13/14: DINO A...

. MODA LISBOA EM DIRECTO

. Moda Lisboa Ever.Now come...

. Olívia Ortiz na Maxim !

. ModaLisboa volta a ter Sa...

. Scarlett Johansson: A mul...

. Inspira-te !!

. Porque adoramos as cheerl...

. Burberry Brit Rhythm for ...

. Calendário Pirelli comemo...

. Os 8 inconvenientes do re...

. RN5: Usa o elogio para te...

. As tendências primavera/v...

.Filmes em Destaque:

.Agora no Ipad